CORRA, MENINA, CORRA

O mar refletia, como sempre refletiu,
a solidão de seus dias amargos
e o caos insano de suspiros próprios
dos que acreditam na vida além mar.

O sol, que deixou de brilhar milhões de anos atrás,
serve apenas para abrigar a dor latente
do peito frágil dos que um dia teimaram em amar.
O mar. Em vão. Tudo que reinava em volta. Pó.

O mar refletia seu rosto calmo em agitadas águas,
a paz roubada foi um abrigo para esconder-se da chuva,
que caia, serene, pela madrugada fria, solitária, interminável.
Mas a solidão, da qual seus olhos miravam, era a redenção do azul.

De longe, seus passos me guiavam, sua paz orientava meus gestos.
Tão longe, menina, corra em verdes vales, corra sem medo.
O tempo exato de tudo é tudo que não devemos mais temer.
Corra, menina, corra. Alegra seus olhos,
porque são eles que fazem o mundo sorrir.

Vá em busca de tudo que estava em ti.

Anúncios

7 Responses to “CORRA, MENINA, CORRA”


  1. 1 suenia agosto 3, 2007 às 12:56 pm

    e moço quem diria, vc um poeta, parabens. muito lindo os teus textos. bjos ate mais

  2. 2 Lillie agosto 3, 2007 às 2:15 pm

    Consegues passar uma explosão de sentimentos com tuas palavras…
    Besos.

  3. 3 Jussara agosto 4, 2007 às 4:25 am

    Gostei desse “que só a bixiga”!!!
    Vou guardar pra mim, já ficou num dos meus preferido!!!
    Aff, queria que fosse para mim… =/

  4. 4 kel agosto 5, 2007 às 4:06 pm

    Obscura, mas transparente
    Recente, mas etérea, indelével
    É estranha, bizarra
    mas desde quando isso é ruim?
    (…)
    tão misteriosa quanto e como alguém interessante deve ser
    enfim, um desafio..

    ” CORRA,MENINA,CORRA..”

  5. 5 Neto agosto 8, 2007 às 11:51 am

    Corra, menina, corra. E continue correndo, porque a graça desta vida parece ser nunca estar satisfeito e sempre buscar algo mais.
    Mas corra, menina, corra. Corra da solidão e morra, menina, morra…de saudade.

    Parabéns, Edu. Mais um daqueles intensos versos que desenham nossos sonhos.

    “O tempo exato de tudo é tudo que não devemos mais temer.”

  6. 6 Gabriela agosto 28, 2007 às 6:01 am

    Esse foi o melhor que li.
    O nome foi baseado no ‘Corra, Lola, Corra’ ou nada a ver?
    Beijo no ombro. Sim, no ombro. Não, não é nojento.

  7. 7 poetriz janeiro 19, 2008 às 10:00 pm

    Corre menina e seja feliz.
    Deixa que eu fico aqui, na beira do mar, olhando o horizonte
    tentando imaginar onde vc estará
    o que estará fazendo
    e se conseguiu tudo o queria.

    Corre menina corre
    Que a felicidade tem que se buscar mesmo
    Além do mar
    Além do tempo
    Além da vida


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




agosto 2007
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Categorias

Acesso número:

  • 124,523 Páginas vistas.

%d blogueiros gostam disto: