Até o final de nossos dias

Atravessei apressado a avenida repleta de carros e dissabores. Sem saber ao certo que me esperava do outro lado do mundo, caminhava passos firmes e certeiros, destas caminhadas que fazem os que sabem exatamente onde irão. Eu não sabia a parte de sua estrada que se uniria ao meu destino. Quase nada. Poucos metros de distância, meu coração pulsava tão forte a ponto de imaginar que pararia. Parou por uma breve eternidade. Ao nosso redor, exceto seus cabelos que balançavam perfeitamente, tudo mais se estancou. O tempo fez uma curva nas emaranhadas teias do destino. Desconfiado, verifiquei ao redor temendo que algo acontecesse. Em qualquer história cinematográfica, alguma surpresa se daria neste instante. E ocorreu:

Foi o sorriso mais lindo que vi a me observar. Neste momento, toda minha vida, finalmente, teve sentido. As pequenas peças indefinidas e inexatas se encaixaram com a perfeição de seus encantos. Num segundo, todo o encanto a girar, como nossos corpos unidos num abraço sem fim a bailar sem gravidade no infinito opaco dos corações ritmados, agora, em um compasso único. Harmoniosamente. Uma espécie de refúgios das dores passadas me redimia dos erros cometidos até então. Em um novo capítulo, escreveríamos em cores vivas a felicidade que incendiávamos. Em seus olhos percebia uma onda de sentimentos complexos. Não em vão, eu era misturado em cada olhar.

A casa estava tão vaza sem você. Ou será que sem você tudo fica tão vazio. Horas completas de felicidade em seu estado mais puro. Nas estrelas que reluziam um brilho único, bailávamos sobre o tempo, numa destas curvas que ele fez quando você e eu nos encaramos frente a frente. As marcas cronológicas eram suspensas por uma linha tão tênue, que já não sabíamos mais o que era o real ou imaginário neste conto de fadas que penetrou a madrugada silenciosa. Quais os próximos passos a seguir?, perguntei em um segundo de distração. Com o indicador em meus lábios, disse “em frente, como é de se fazer”… Fizemos.

Mas o tempo cobra os momentos que se diferencia da percepção dos demais. Um preço alto para dos jovens pares de olhos assustados como novo. Precisou se ausentar. Baixamos nossas faces tristes com o medo de ver nos olhos do outro maior dor até então. Foi o sorriso mais lindo que revi, mas carregado da lágrima mais triste que me molhou o rosto. O seu choro derramado em meu corpo me deixou marcas profundas. Como se eu fosse batizado naquele instante com seu nome, sua história e seus planos… Não apenas isso, mas com tudo que fosse capaz te de fazer ser feliz e, assim, encontrar a minha felicidade refletida em seus braços seguros.

A vida é um misterioso labirinto: no instante que mais me sentia perdido, você apareceu com palavras mansas e jeito decidido de lidar com os desafios. Com o seu sorriso estampado em mim, pude acreditar que poderia reencontrar a felicidade adormecida e despertar a paz que buscava incessantemente. No silêncio da longa noite solitária, relembro cada segundo de seus primeiros suspiros. Um sorriso mágico que me desarmou profundamente. Refém sem hesitar, entrego-me aos seus encantos enquanto luz existir ou até mesmo se um dia o breu tomar conta do firmamento.

O amor é uma expressão forte demais para quem nunca saberá o que significa. Tudo tem um ponto de início. Nada fazia sentido antes de você chegar, mas eu sabia como caminhar em frente sem esperar grandes surpresar no entardecer. Depois que seu olhar me acalmou, não quero mais cruzar as vias deste labirinto da vida sem suas mãos a me conduzirem. Concentro-me e em minha mente imagens de você a desafinar a música que ouvíamos juntos. Com um fio de lágrima que escorre em meu rosto, peço que me dê as mãos, pois assim podemos nos entender até o final de nossos dias.

Anúncios

2 Responses to “Até o final de nossos dias”


  1. 1 FRAN setembro 10, 2010 às 10:44 pm

    EU TE AMO MEU AMOR…

  2. 2 Fran dezembro 2, 2010 às 5:38 pm

    Meu amor, não sou eu quem guia os seus passos, mais sim vc que guia o meu coração até o fim de nossos dias…Te amo cada vez mais…obrigada por fazer parte de mim, não parte mais o meu todo…
    TE amooo…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Categorias

Acesso número:

  • 124,228 Páginas vistas.

%d blogueiros gostam disto: